Venda para um ser humano, e não para um número

01 de abril de 2019 / em Blog, Venda para um ser humano, e não para um número /

Hoje o diferencial de um vendedor é saber vender como um humano. Humanização em vendas tem se destacado como o novo modelo de realizar vendas sem padronizações. Apenas faça uma amizade verdadeira e ajude seu cliente.

Vendas com Humanização

A palavra é relacionamento. Talvez até mais que isso: amizade.

Analisando o status quo mundial, economicamente falando, a tecnologia têm contribuído muito mais do que podemos imaginar. 1) facilidade na comunicação entre povos e pessoas, mesmo que distantes; 2) qualidade de vida, agora sabemos até a qualidade de nosso sono, quantos passos damos por dia e como estão nossos batimentos cardíacos – tudo isso através de um relógio de pulso – e; 3) abundância de informações, disponíveis para quando você precisar – dá um Google!.

Apenas três tópicos. Há três décadas isso nem era imaginado.

Mas vou te mostrar um lado ruim dessa evolução, humanamente falando: frieza, padronização e enrijecimento.

Apenas três tópicos. Há três anos isso nem era percebido.

Tão importante quanto vender bem é comunicar-se bem

Comunicar-se de forma assertiva é uma das habilidades essenciais de qualquer vendedor – neste momento não se esqueça que todos somos vendedores. Uma boa comunicação nos leva a uma boa capacidade de negociação. E sabemos que saber negociar é uma característica importante para que possamos atingir qualquer objetivo relacionado à vendas. Se quero ser promovido, porque não negociar com meu superior? Se quero trocar de carro, mas quero um valor em conta, porque não negociar com o vendedor? Não importa a região, não importa o produto a ser vendido, comunicar-se bem sempre será preciso para uma alta capacidade de negociação.

Mas certo, o que isso tem a ver com a revolução tecnológica em que estamos passando?

Vou lhe dar um exemplo: WhatsApp. Quantas vezes você viu alguém digitando uma risada exagerada em uma conversa, mas em seu rosto, nenhuma risada? Quantas vezes você percebeu que em grupos de WhatsApp podemos nos comunicar perfeitamente, mas frente a um público, na vida real, não conseguimos dizer uma palavra?

O mundo virtual nos levou a uma comunicação fria, objetiva e direta que – com certeza – nos faz atingir objetivos, mas nos faz perder nossa característica humana. O contato interpessoal é tão importante quanto modelos de mensagens padronizadas.

Scripts enrijecidos não definem o modo em que devemos vender

Antigamente, o único modelo de venda era a visita e o único script era fazer uma amizade. Com o tempo, aprendemos a utilizar a tecnologia para vendermos ainda mais: “Faça vendas pelo WhatsApp”; “Técnicas infalíveis para utilizar quando vender pelo WhatsApp”. Não caia nessa, é essencial que saibamos utilizar esta ferramenta, mas a melhor ferramenta que é nosso carisma pode ser esquecido.

Não venda pelo WhatsApp, marque reuniões, que tal um café? Se não for possível uma reunião presencial, ligue. Faça contato, relacione-se e crie uma amizade.

Lembre-se que seu cliente não é um número. Quando o tratamos como um ser humano, a amizade leva ao negócio fechado.

Daniela Tombini utiliza Save e realiza mais vendas em menos tempo

Daniela Tombini, segmento de confecção e moda, encanta clientes após organizar processo comercial com plataforma Save. Os vendedores realizam mais vendas em menos tempo.

A partir de agora, você irá vender mais por causa de seu carisma

/
Carisma não é dom, é habilidade. Um vendedor carismático é muito mais do que simpático e sorridente, é estrategista e habilidoso.

Organização é essencial no processo de vendas da sua empresa

/
A venda é um resultado de inúmeros processos, métodos e técnicas. A organização, se bem utilizada, potencializará a produtividade, assertividade e disciplina no processo comercial de sua equipe.